Orientação Vocacional

Orientação Vocacional

“A realização de projetos de estudo e trabalho envolve investimento de recursos preciosos como tempo, expectativas próprias, familiares e sociais, dinheiro, esforço físico e mental, entre outros. E não há garantias de sucesso.”

“Atualmente, a escolha vocacional nos apresenta muito mais alternativas e dinamismo quando comparada àquela de trinta ou quarenta anos. Neste período, a quantidade e a velocidade com que cursos, profissões e carreiras aparecem e desaparecem do mapa têm aumentado significativamente.”

“À primeira vista, isto parece ser muito bom, pois enriquece, democratiza e diversifica as alternativas. Entretanto, torna o processo de escolha proporcionalmente mais difícil, exigindo uma gama maior de habilidades, consciência do mundo e de nós mesmos.”

Fragmentos do artigo “Profissão, carreira e você: afinal quem escolhe quem?” do Prof. Dr. Ricardo Lima, psicólogo e orientador vocacional.

 

O que é e qual o objetivo da Orientação Vocacional?

É um processo de autoconhecimento e de informação sobre as profissões, carreiras e mercado de trabalho. Visa desenvolver recursos para que o indivíduo possa fazer escolhas conscientes à vida toda, de forma genuína. 

Assim, a decisão dos caminhos a seguir sempre é do orientando, que assume a responsabilidade pelas escolhas que faz, de forma consciente.

A quem se destina?

É indicada para pessoas que estão em período pré-vestibular, em qualquer momento da vida.

Como funciona?

É um processo com duração entre oito e dez sessões, podendo variar de acordo com as necessidades individuais. 

Contêm testes e outras atividades que buscam diagnosticar os interesses, habilidades, características de personalidade e padrões de escolha. 

Possui também práticas que promovem conhecimento sobre cursos, profissões, carreiras e o mercado de trabalho.

Qual o objetivo da Orientação Vocacional?

A Orientação Vocacional tem a responsabilidade de proporcionar o autoconhecimento, orientar e auxiliar o jovem a se reinventar em qualquer momento da vida. Tornar-se apto a escolher, renunciar e arrepender-se. Ou seja, o foco está na capacidade de escolha consciente.

Profissão, carreira e você: afinal, quem escolhe quem?

Para uma maior compreensão a respeito do tema Orientação Vocacional, sugiro a leitura do artigo “Profissão, carreira e você: afinal, quem escolhe quem?” escrito pelo Prof. Dr. Ricardo Lima (Psicólogo e orientador vocacional).

“Às portas da faculdade, muitos jovens se deparam com uma questão inevitável: qual caminho devo seguir daqui em diante? Se a dúvida é legítima, decidir não é nada fácil.

Envolve investimento de recursos preciosos como tempo, expectativas próprias, familiares e sociais, dinheiro, esforço físico e mental, entre outros. E não há garantias de sucesso(…) (Continue Lendo)

Fechar Menu

Contato

Preencha o formulário abaixo e vamos conversar!