CLIPPING

Confira as publicações de artigos de Celi Helena na mídia

Boletim Vol. LXVII - N. 146 - Jan/Jun 2017

A contribuição da calatonia como técnica auxiliar no tratamento da fibromialgia.

Em função da grande necessidade de adaptação por parte do organismo às constantes mudanças nas formas de viver, principalmente nos grandes centros urbanos, o homem moderno ultrapassa seus limites quase que diariamente. A perigosa associação entre consumo e qualidade de vida, faz com que muitos indivíduos empenhem cada vez mais seu tempo e energia no trabalho e em atividades ligadas a ele. Isso pode gerar satisfação para alguns, mas também causam emoções negativas, colocando-os em constante estado de estresse.

Revista BrasilUSA Orlando

Psicossomática... O que é mesmo?

A era da modernidade trouxe grandes conquistas e avanços tecnológicos para a humanidade, mas trouxe também um número crescente de distúrbios psicossomáticos. Na incessante busca por melhor qualidade de vida, estamos cada vez mais distantes desse ideal e cada vez mais adoecidos. Devido a grande necessidade de adaptação por parte do organismo às novas mudanças na forma de viver, o homem ultrapassa seus limites quase que diariamente. […] 

Revista BrasilUSA Orlando

Entendendo a Ansiedade

A ansiedade é uma composição de sentimentos de medo, apreensão e preocupação, que podem vir acompanhados de sensações físicas como palpitações, dor no peito e/ou falta de ar. O medo e a ansiedade se apresentam sempre juntos, mas só se tornam um problema quando resultam em desequilíbrio. A ansiedade é um sinal de alerta, que estimula o indivíduo a entrar em ação em caso de perigo e o capacita a enfrentar as ameaças. Porém, quando em excesso, faz justamente o contrário, impedindo as reações necessárias, e aos poucos vai paralisando a vida do sujeito. É possível dizer que o medo é uma resposta a uma ameaça real e definida; enquanto a ansiedade é uma resposta a uma ameaça desconhecida e vaga.

Revista BrasilUSA Orlando

A vida é como um caminho a ser percorrido

 O que falar da vida e de seus caminhos?
Ela possui infinitas estradas…
Trilhas, rodovias, ruas bem pavimentadas, outras cheias de buracos, ruas largas, estreitas, desertas, ruas que somente moradores locais conhecem; avenidas famosas, aquelas pequenas ruas charmosas e sem saída…
E tantas e tantas outras!
A vida é como um caminho a ser percorrido…

Revista BrasilUSA Orlando

Sonhos - Quando o inconsciente fala ao consciente

Desde a antiguidade, o sonho tem se mostrado alvo do interesse e das reflexões dos homens, tanto de leigos quanto de filósofos. Entretanto, a compreensão e valorização dadas a estes fenômenos seguem variando ao longo do tempo. Enquanto para a neurociência o sonho é somente uma experiência que visa manter a saúde do organismo e do cérebro, para algumas culturas, o sonho é uma experiência de expansão da consciência e pode até ser premonitório ou conter mensagens divinas. É provável que os egípcios tenham criado a primeira forma de observar os sonhos, considerando-os como parte de um mundo sobrenatural.

Revista BrasilUSA Orlando

A Necessidade de aceitar Quem Somos

O conflito de viver entre o que realmente somos e o que gostaríamos de ser pode roubar nossa energia e nos cegar; muitas vezes nos paralisar, acarretando grande desgaste físico e emocional. Também permite o surgimento de um sentimento de angústia, uma ausência do prazer de viver, que só será vencido quando aprendermos o desapego às ilusões. O desenvolvimento de uma boa autoestima e aceitação é imprescindível para mudarmos esse quadro e nos adequarmos a nossa realidade. Pensamentos de autovalor e de merecimento resgatam a condição íntima de amor próprio. Tudo o que não é aceito em nós, termina por fortalecer a sensação de culpa e inadequação.

Revista BrasilUSA Orlando

Pesadelos – Sonhos Urgentes

Compreender os sonhos é um caminho que leva ao conhecimento de si mesmo. Nas palavras do psiquiatra suíço que desenvolveu a Psicologia Analítica, Carl Gustav Jung (1875-1961), necessitamos nos conhecer porque “só aquilo que somos tem o poder de nos curar”. Este artigo contempla a importância de se compreender como os sonhos, especialmente aqueles em forma de pesadelos, podem ser úteis em nossa vida e desenvolver a possibilidade de atuar diretamente no desenvolvimento de nosso ser.

Revista BrasilUSA Orlando

Falando de Amor

Ah… O amor! Sempre tão procurado e tão pouco reconhecido.

O conceito de amor, embora generalizado, ainda contém muita subjetividade, ou seja, cada um ama de um jeito próprio, do jeito que sabe, do jeito que pode. Construímos, ainda quando bebês, uma importante relação de apego com nossos cuidadores. A qualidade desse vínculo será responsável por desenvolvermos, ou não, um sentimento de segurança diante do mundo. Influenciará nossa percepção da realidade, e consequentemente, nosso comportamento consciente e inconsciente.

Revista BrasilUSA Orlando

A amizade é uma complexa forma de simplicidade

No início, os amigos sentem-se atraídos, interessados, à vontade um com o outro. Divertem-se! Esse “outro” parece não só compreender, mas principalmente, preencher todas as suas necessidades. Embora algumas delas possam ser realmente preenchidas, outras tantas, são ingênuas ilusões.

Mais adiante, após alguns encontros e desencontros (comuns em qualquer convívio), finalmente a segurança vai se instalando na relação. Sentem-se seguros de si mesmos e também de seus sentimentos, de seus desejos e de seus sonhos…Reconhecem que podem ser exatamente como são, podem falar, chorar, rir, gritar, e até mesmo, silenciar. Podem também errar, podem acertar e podem continuar desenvolvendo-se em conjunto.

Revista BrasilUSA Orlando

Desapegar-se

O apego é um sentimento necessário e comum a todos, mas em excesso torna-se limitante e prejudicial para a nossa saúde mental e física. Apegamonos, por exemplo, às pessoas, ideias, objetos, momentos, situações, etc. Embora tudo em nossa vida ocorra em ciclos, os quais naturalmente possuem início, meio e fim, nós lutamos bravamente contra o término daquilo que ainda queremos e amamos. Nossos filhos crescem, pais falecem, empregos se perdem, relacionamentos terminam, mudamos de escola, de casa, de país, de amigos, de amores…

Revista BrasilUSA Orlando

Síndrome do Pânico

Atualmente tem ocorrido um fenômeno conhecido por “era da ansiedade”, devido à complexidade e velocidade da vida moderna. Para alguns, o esforço de adaptação às situações apresentadas em suas existências custa um preço alto, atingindo sua saúde física e psíquica. Dentre os principais transtornos de ansiedade, incluem-se: a síndrome do pânico, fobias específicas, fobia social, agorafobia, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), estresse pós-traumático e distúrbio de ansiedade generalizada.

Determinado grau de ansiedade é compreendido como normal (inquietude/expectativa) e até saudável, já que é preciso estar alerta para um perigo iminente; assim como, motivado para a execução de tarefas diárias e para transpor desafios. A ansiedade normal é proporcional à ameaça concreta. Mas, quando em excesso, passa a ser considerada como patologia, pois o constante estado de alerta torna-se muito prejudicial para o organismo, afetando negativamente mente e corpo.

Revista BrasilUSA Orlando

Depressão… Não é só tristeza

A depressão é um distúrbio afetivo que altera o humor, envolvendo mudanças no organismo, no pensamento e no comportamento. Incapacita o doente e apresenta grande custo e sofrimento também para a sua família. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão atinge atualmente cerca de 7% da população mundial, na maioria mulheres. É uma doença perigosa, que necessita de acompanhamento médico e tratamento adequado.

Fechar Menu

Contato

Preencha o formulário abaixo e vamos conversar!